quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Um Caminho Alternativo e Econômico até Machu Picchu

Contemplado com a beleza da cidade perdida, o Peru sem dúvidas é um destino que está na lista de todos os viajantes. Além das paisagens, a cidade perdida encanta também por sua arquitetura Inca. Realmente, o lugar é encantado, onde a energia é muito forte. Contaremos a forma mais mochileira e econômica de chegar até a cidade perdida, além de algumas dicas super úteis que você só encontra aqui.
Para ingressar no Peru você precisa do passaporte ou apenas o documento de identidade, e deve tomar a vacina contra a febre amarela no mínimo 10 dias antes da viagem e ter o certificado expedido pela Anvisa. Para quem for por via aérea, chega-se ao Peru através de Lima e embarca em uma conexão até Cusco. Porém, o que recomendamos é chegar de forma terrestre atravessando a Bolívia e conhecendo também suas culturas e suas belezas naturais, na qual contaremos em um outro texto.

Situada a uma altitude de 2500 metros, Machu Picchu foi construída pelos Incas na segunda metade do século 14 e hoje a forma mais fácil de chegar é através de Cusco, com diferentes possibilidades de chegar até lá. Neste texto iremos explicar a forma mais barata e proveitosa que encontramos para ir até este maravilhoso lugar.
Para quem não sabe, Machu Picchu fica próximo a um povoado chamado Aguas Calientes, situado a 8 km de distância da cidade perdida, que serve de apoio aos viajantes, um verdadeiro encanto de lugar escondido no meio das montanhas e o ponto final dos trens que chegam de Cusco. O trajeto é feito pela empresa PeruRail (www.perurail.com).
De trem, ônibus ou a pé, o que recomendamos é a trilha da hidrelétrica, um percurso alternativo que passa por pequenas cidades como Santa Maria e Santa Teresa, e depois um hiking bem proveitoso que segue pelos trilhos do trem. Embora a trilha Inca seja a mais famosa e o transporte de trem o mais comum, escolhemos a trilha da hidrelétrica por ser mais econômica e ter poucos dias no roteiro.

TRILHA DA HIDRELÉTRICA – OPÇÃO NÚMERO 1

Comprar o pacote nas agências de turismo, que poderão ser facilmente encontradas na praça principal de Cusco. Este pacote começa no primeiro horário da manhã com o translado de van até a hidrelétrica em Santa Teresa, com belíssimas paisagens do vale Sagrado, vistas para montanhas e cachoeiras em uma estrada bem tortuosa, um verdadeiro espetáculo.
Na hora do almoço acontece uma parada na cidade de Santa Tereza, bem próximo à hidrelétrica. Lá inicia o hiking de três horas pelos trilhos do trem a beira do rio Urubamba. O encontro de todos acontece na praça principal de Aguas Calientes no fim da tarde, onde os turistas recebem todas as coordenadas dos guias para o hostel e a caminhada até a cidade perdida no dia seguinte.
O pacote turístico vendido em Cusco através da trilha da hidrelétrica cobre a van, o hostel, o ingresso de Machu Picchu, o retorno de trem até a hidrelétrica e a van até Cusco, além de um jantar. O tempo reservado na agenda deve ser de dois dias ou a negociar com as agências. Os valores giram em torno de US$150,00, bem mais em conta do que os valores da trilha Inca e do trem.

TRILHA DA HIDRELÉTRICA – OPÇÃO NÚMERO 2

Sair de Cusco por conta própria de ônibus no terminal terrestre, nome dado à rodoviária da cidade, pegando a linha que vai até a cidade de Santa Maria, com valor bem em conta. A viagem dura em torno de 5 horas na mesma estrada tortuosa feita pelas vans, portanto é imprescindível levar algo para comer. Para os Mochileiros na Estrada que gostam de um maior contato com a cultura local, este sem dúvida é a melhor forma. Ao longo da viagem existem muitos nativos vendendo seus produtos nos ônibus.
2014-01-30 - Macchu Picchu (58)
Foto: Leonardo Henrique – Mochileiros na Estrada
O passo dois da aventura é sair de Santa Maria pegando uma van até a hidrelétrica, no mesmo ponto do desembarque do ônibus, um trecho espetacular em uma estrada bem curta a beira de um precipício, lembrando a Death Road na Bolívia, a lendária e famosa estrada da morte.
O passo três é fazer o hiking pela trilha do trem até a cidade de Aguas Calientes, uma trilha a beira do rio Urubamba que dura em torno de 3 horas pelos trilhos do trem com paisagens surreais. Muita atenção no início, pois devem seguir os trilhos na parte de cima do barranco. Calma e plana, a trilha é recomendada para pessoas que gostam de caminhada, no entanto é importante se preparar para os abismos que vai encontrar pela frente, ou seja, para quem gosta de emoção e quer contar uma boa história é perfeito.
Em Aguas Calientes, apesar de ser pequena e localizada no meio do nada, há muitas opções de hospedagens com tarifas bem acessíveis, recomendamos o booking (www.booking.com) para reserva de suas hospedagens. Esta é a forma mais barata, a viagem é bem cansativa, mas vale muito a pena pelas belíssimas paisagens.
Esse foi nosso jeito de contar a melhor maneira para quem está com grana curta e sonha em conhecer Machu Picchu se aventurando por conta própria de ônibus, ou através dos pacotes fechados das vans.  Nos próximos textos voltaremos a contar sobre Machu Picchu, especificamente a trilha de Aguas Calientes até a cidade perdida com algumas curiosidades sobre o local.

DICAS ÚTEIS

Repelente: Leve repelente, pois a caminhada é no meio da floresta a beira do Rio Urubamba.
Água: Compre Agua em Santa Tereza, no Wiking não há nenhum ponto para compra de Agua.
Protetor Solar: Aguas Calientes no inicio da manhã costuma ser muito frio, mas muito calor e sol na parte da tarde.
Remédio Dramin: A Estrada até Santa Teresa e Santa Maria é bem tortuosa e o risco de enjoar é grande.
Peso da Mochila: De Preferência deixe em Cusco o que não for usar e leve somente o necessário para polpar energia.
Alimentação: Esteja preparado para a guerra, por tanto leve alguns lanches naturais, chocolates e frutas.
Passaporte: Não poderá esquecer de levar o passaporte, em Machu Picchu tem um posto de identificação onde é possível um carimbo diretamente no mesmo.
Trilha: Não corte a trilha sem estar seguro, aguarde outro viajante e se informe, o local é cheio de viajantes como você, e não demora muito para aparecer alguém.
Estado Físico: Tenha consciência do seu estado físico, não é porque é uma trilha calma que não deve se preocupar, o respeito ao seu corpo deve ser primordial.
Calçado: Use calçado especial para caminhada, faz toda a diferença.
Lixo: Não suje a natureza, deixe apenas suas pegadas, guarde em sua mochila tudo o que consumir e for lixo.
Câmera Fotográfica: Leve uma boa câmera, o caminho da hidrelétrica sem dúvidas a muitos lugares para fotografar e registrar o momento.
Fonte: Mochileiro Brasil. com

MP abre inquérito para investigar doação de área a Irmãos Gonçalves

A área, de 3.700 metros quadrados, localizada na Zona Leste de Porto Velho, havia sido doada pelo prefeito para que a empresa Irmãos Gonçalves construa um shopping center. Após o caso vir a público, o prefeito revogou seu decreto e invalidou a doação.

O promotor de justiça Rogério José Nantes, do Ministério Público de Rondônia, instaurou inquérito cível público para investigar a legalidade e cumprimento dos requisitos legais na doação de área pública, pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB),  à empresa Irmãos Gonçalves Comércio e Indústria Ltda.

A área, de 3.700 metros quadrados, localizada na Zona Leste de Porto Velho, havia  sido doada pelo prefeito para que a empresa Irmãos Gonçalves construisse  um shopping center. Após o caso vir a público, o prefeito revogou seu decreto e invalidou a doação do terreno.

Ao revogar o decreto, o prefeito justificou a medida como necessária para que sejam aprofundados estudos sobre impacto da obra no transporte e trânsito na região, bem como na vizinhança. Também serão feitos estudos sobre o valor da área. Em troca do terreno, a empresa havia se comprometido a reformar escolas na capital.
Com o recuo de Hildon Chaves, o Ministério Público poderá arquivar ou não o inquérito, devido a perda de finalidade, uma vez que o decreto foi revogado, mas também pode dar continuidade às investigações, uma vez que o prefeito deixou em aberto a possibilidade de uma nova doação. O MP pode analisar, também, como se deu a tramitação do processo de doação na Câmara de Porto Velho, já que pairam suspeitas sobre a ação do legislativo municipal.

Procedimento INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO
Parquetweb nº2017001010000488
EXTRATO DE PORTARIA DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO:
Portaria nº 02/2017 - 5ªPJ/4ªTit
Fato a ser investigado: considerando a documentação que instrui o procedimento nº 2017001010000488 com a finalidade de verificar a legalidade e cumprimentos dos requisitos legais na doação de área pública efetivada por meio do Decreto nº 14.375, de 09/01/2017, pela Prefeitura de Porto Velho para a empresa IRMÃOS GONÇALVES COMÉRCIO E INDÚSTRIA LTDA., CNPJ nº 04.082.624/0001-56, notadamente visando a proteção do patrimônio público, fato este a ser melhor esclarecido.
Promotor: Rogério José Nantes
Data do Fato: a apurar
Data da instauração: 17 de janeiro de 2017

Fonte: Tudo Rondônia


Morte de Teori Zavascki é destaque na imprensa internacional

Jornais e redes de TV ressaltaram o papel do ministro na "investigação massiva de corrupção" no Brasil

Importantes veículos da imprensa mundial noticiaram nesta quinta-feira a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, vítima de um acidente aéreo em Paraty, no Rio de Janeiro.
Em seu site, o jornal espanhol El País ressalta que “todos os olhos políticos do país seguiam os passos” de Teori, devido a seu papel nas investigações da Operação Lava Jato. “Se esperava que Teori Zavascki decidisse em fevereiro se aceitaria as confissões que implicavam centenas de políticos, incluindo os núcleos duros do governo atual, de Michel Temer, e do anterior, de Dilma Rousseff”, de acordo com o jornal.
Já o argentino Clarín, que destacou o acidente em seu site, escreveu que “todo o mundo político brasileiro, dos governos anteriores e atuais, estão mencionados em depoimentos [da Lava Jato], incluindo o atual presidente Michel Temer”.
Com a manchete “Petrobras: juiz brasileiro Teori Zavascki morre em acidente de avião”, o site da emissora britânica BBC também comentou o assunto. De acordo com a rede, Teori era responsável por uma “investigação massiva de corrupção”, traduzida como Operation Car Wash, que levou a prisão de “dezenas de políticos e alguns dos empresários mais ricos do Brasil”.
Os jornais americanos Washington PostWall Street Journal The New York Times e a rede ABC News também noticiaram a morte, informando que foi confirmada pelo filho do ministro, Francisco Prehn Zavascki, através de seu Facebook, minutos após escrever que seu pai estava na lista de passageiros do avião.
Fonte: Veja

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

CONVITE: Encontro de Motociclistas / Aniversários de MG e MC






O convite está feito, vamos participar!


5 lugares tranquilos no Brasil para viajar nas férias

Quando as férias se aproximam, tem gente que começa a sentir um frio na espinha só de pensar em pegar a estrada para chegar a algum lugar qualquer lotado de pessoas que também estão de férias.
Fobia de multidão? Pode não parecer exagero, considerando a alta frequência especialmente de cidades praianas durante o verão. Sem contar que a ideia de ter que se estapear com outra pessoa pra esticar uma canga na areia parece mesmo apavorante.
Seja lá qual for o seu motivo para evitar lugares cheios durante as férias, o importante é que, aqui, você vai encontrar 5 lugares tranquilos para viajar em janeiro. O sossego é realmente garantido, já que os destinos nem aparecem entre os 50 mais buscados da temporada no trivago.
Veja também:

Ouro Preto

Ouro Preto é ideal para quem, embora queira tranquilidade, esteja a fim de uma programação cultural e do contato com a natureza. A cidade, a primeira brasileira a ser considerada um Patrimônio Cultural pela Unesco, em 1980, tem diversos atrativos para férias sossegadas, porém, repletas de atividades para todos os dias.
ouro preto minas gerais
Foto: Embratur
O Centro Histórico é a principal atração cultural da cidade. As ladeiras de paralelepípedos nos levam a uma viagem no tempo, entre Igrejas famosas, como a de Nossa Senhora do Pilar e a Igreja Nossa Senhora do Rosário, um marco do ciclo barroco em Minas Gerais, lojinhas que vendem pedras preciosas, a Praça Tiradentes, o Museu da Inconfidência e o Museu do Oratório.
Para ver tudo isso do alto, vale a pena subir até o Mirante do Morro São Sebastião.
Saindo um pouco da cidade, você vai encontrar, indo para Mariana, o Parque Estadual do Itacolomi que tem como principal símbolo o Pico do Itacolomi com 1.772 metros de altitude.

ouro preto minas gerais centro historico
Foto: Acervo Setur MG – Xará

Onde ficar em Ouro Preto – Pousada do Ouvidor

A Pousada do Ouvidor fica no centro histórico da cidade, ao lado da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e da Ponte de Marília.
Todos os apartamentos foram equipados com TV, frigobar e banheiro privativo e, de alguns deles, é possível ter uma bela vista da cidade.
Do bar e cafeteria, você pode ter o seu café da manhã assim como na foto:
pousada ouvidor ouro preto minas gerais

Serra Negra

No interior de São Paulo, a aproximadamente 140 km da capital, Serra Negra, além de tranquila, é considerada Cidade Saúde por suas fontes de águas minerais com propriedades terapêuticas. Uma visita à cidade, que é parte do Circuito das Águas Paulistas, pode ser considerada, portanto, como um tratamento para o corpo – ótimo para quem deseja relaxar durante as férias!
Além de aproveitar a estadia na cidade para se hidratar com as poderosas águas, existem muitas outras coisas pra fazer por lá.
serra negra sao paulo
Foto: Aprecesp
A cidade também é conhecida pelo comércio de artigos e roupas de couro, o que já garante aquelas comprinhas essenciais de férias. O turismo por fazendas é outro atrativo da região e, durante um passeio, você irá passar por trilhas, rios e cachoeiras.
Na cidade, um teleférico com 1.500 metros de comprimento que leva ao mirante do Cristo Redentor é a grande sensação. Outro ponto literalmente alto que vale a pena subir, acessível de carro, é o Mirante Alto da Serra. Do alto da montanha de 1.310 metros, dá pra ver mais de 10 cidades da região e até praticar voo livre!
Duas dicas gastronômicas para colocar no roteiro: o restaurante Sr. Bacalhau, especializado em comida portuguesa, e provar os cafés especiais da região, encontrados em diversas cafeterias da cidade.
serra negra sao paulo
Foto: Aprecesp

Onde ficar em Serra Negra – Pousada Shangri-la

A pousada Shangri-la está no meio das montanhas. Em uma área de 30.000 m², estão distribuídos suítes e chalés com varandas e lareiras. A mesma água saudável que faz a fama da cidade cai diretamente da torneira do hotel e pode ser consumida sem problemas.
Em todos os ambientes do hotel, você vai ouvir músicas relaxantes, seja durante o café da manhã, na piscina ou à noite no restaurante. Aproveite para fazer um tratamento no espaço Zen e para fazer muito “nadismo” nos gazebos e redes espalhados pelos cantos da pousada.
pousada serra negra shangri la

Pirenópolis

A combinação entre sossego e um paraíso natural com condições ideais para a prática de esportes de aventura destaca Pirenópolis na nossa lista.
pirenopolis cachoeira abade
Cachoeira do Abade – Foto: CC-BY-SA-3.0 – Tiago Caramuru
A cidade no interior de Goiás é cercada de rios, cachoeiras, matas e morros, ideais para fazer trilhas. Se você é fã de montanhismo, rapel em cachoeiras, arvorismo, cavalgadas e rafting, então, não precisa pensar duas vezes para colocar Pirenópolis nos seus destinos das férias de Janeiro.
Turismo de aventura também combina com longas horas de descanso. O centro histórico da cidade pode ser incluído na parte relaxante do roteiro. O local é patrimônio histórico e tem casarões do século XVIII, museus e igrejas.

Onde ficar em Pirenópolis – Pousada Flores do Cerrado

Em um ponto estratégico, entre o centro histórico e a rota das cachoeiras, a Pousada Flores do Cerrado é um convite para relaxar nas redes ou na piscina. Lá, você vai, sem dúvida, repor energias para aproveitar as atividades na natureza em Pirenópolis.
Você também vai encontrar: café da manhã, chá da tarde e Wi-Fi gratuito.
pousada flores do cerrado pirenopolis

São Thomé das Letras

São Thomé das Letras está a 1.444 metros acima do nível do mar, no pico de uma montanha de pedra na Serra da Mantiqueira, e é uma das cidades mais altas do Brasil.
A pacata cidade no interior de Minas Gerais é cheia de histórias e lendas típicas de cidades pequenas e que proporcionam ainda mais curiosidades para os visitantes. Se você estiver de férias por lá e der de cara com um extraterrestre, isso jamais irá surpreender um morador de São Thomé das Letras. Afinal, existem diversos relatos de São-Tomeenses que acreditam viver cercados por seres de outros planetas.
sao thome das letras sao paulo cachoeira antares
Cachoeira Antares – Foto: Acervo Setur MG – Patrick Grosner
Pode acontecer também de, durante um passeio pela região, você encontrar a gruta que leva à Machu Picchu, no Peru. Não seria maravilhoso? São essas histórias, junto a toda beleza natural, que fazem de São Thomé das Letras um lugar inesquecível.
As ruazinhas, caracterizadas pelas casas e igrejas revestidas de quartzito, são o charme da cidade. Nos arredores, cachoeiras, lagos e grutas completam o conjunto dos atrativos locais.
Quem visita são Thomé das Letras deve obrigatoriamente conhecer o Parque Municipal Antônio Rosa. A Casa da Pirâmide, Toca da Bruxa, o Mirante e a vista 360° de toda a região fazem da visita ao parque um passeio imperdível na cidade.
sao thome das letras minas poco esmeraldas
Poço das Esmeraldas – Foto: Acervo Setur MG – Patrick Grosner

Onde ficar em São Thomé das Letras – Pousada Árvore Centenária

A Pousada Árvore Centenária é caracterizada pelo estilo rústico. As acomodações são suítes que acomodam até cinco pessoas, todas com banheira, varanda com redes, frigobar e tv.
Como é inevitável acordar tarde com tanta calmaria, o café da manhã é servido até o meio-dia.
pousada arvore centenaria sao thome das letras minas

Guaramiranga

Enquanto todo mundo está atrás das praias nordestinas em Janeiro, você quer fugir para o interior, de preferência, para um lugar bem acima do nível do mar. Guaramiranga, a 110 km de Fortaleza, é a resposta. Sim, no Ceará, no alto da serra, com montanhas que chegam a mais de 1.000 de altitude.
guaramiranga cachoeira do perigo
Foto: Setur CE
A pequena cidade do interior tem todo aquele pacote que você espera ver em uma cidade de serra: temperaturas amenas, um centro com uma bela igreja matriz em um ponto alto da cidade e muitos atrativos naturais.
Rios, cachoeiras, mirantes e trilhas ecológicas vão ser os seus principais compromissos durante as férias em Guaramiranga. Uma dica é o Parque das Trilhas, de onde partem diversos percursos de caminhadas pela Mata Atlântica. No parque, também é possível fazer tirolesa, rapel e andar de caiaque.
guaramiranga serra
Foto: Setur CE

Onde ficar em Guaramiranga – Hotel Vale das Nuvens

O Vale das Nuvens fica no topo de uma montanha e é um hotel que valoriza práticas sustentáveis, como a utilização de energia eólica. Dentro da área do hotel, existem trilhas que variam de duração entre 5 minutos e 3 horas.
O café da manhã é bastante generoso e traz uma variedade de frutas, tortas, bolos, pães, tapiocas e muito mais.
hotel vale das nuvens
Fonte: Trivago.com.br
"Bora"......?


Olha aí...

Olha aí que o Motociclista Ivoir de Ariquemes encontrou lá pelos lados do Rio Papagaio no Mato Grosso, o CHADDAD - Grupo de Um e Point do Motociclista no vidro juntos com outros adesivos de MC e MG.  Estivemos lá. Valeu...!