quarta-feira, 20 de junho de 2018

TRANSPOSIÇÃO DOS SERVIDORES - Lei sancionada acatou emendas propostas pelo Sintero

As emendas garantem a transposição dos servidores aposentados contratados até 15/03/1987 e seus pensionistas

A assessoria jurídica do Sintero concluiu o estudo acerca da Medida Provisória 817 sancionada com vetos e convertida na Lei nº 13.681, confirmando que as emendas propostas pelo Sintero e apresentadas pelo senador Valdir Raupp foram acatadas.

As emendas garantem a transposição dos servidores aposentados contratados até 15/03/1987 e seus pensionistas, dos que fizeram concurso para o mesmo cargo ou cargo equivalente, bem como daqueles que mudaram de regime.

O texto sancionado resolve, inclusive, o problema dos mais de 330 servidores aposentados que foram retirados da folha de pagamento da União por liminar e hoje recebem pela folha do Iperon. Tão logo seja aplicada a lei, o Sintero vai requerer o retorno definitivo desses servidores para a folha do governo federal.

Em reunião com a Diretoria do Sintero, o advogado Hélio Vieira destacou que o artigo 2º, inciso IX, da Lei 13.681/2018, beneficia os servidores contratados até 15/03/1987 que, para regularizar a situação, fizeram concurso para o mesmo cargo ou para cargo equivalente que tenha mudado de nome.

Esse artigo também atende aos servidores que mudaram de regime permanecendo na mesma função sem interromper o vínculo.

Já o artigo 35, inciso I, estabelece que a Emenda 60 se aplica aos aposentados, e pensionistas, civis e militares, também contratados até 15/03/1987. 

Esse texto sancionado acaba com as dúvidas quanto ao alcance da transposição para os servidores contratados até 15/03/1987.

Ainda nesta quarta-feira, 20/06, o advogado Hélio Vieira e o procurador do Estado Luciano Alves viajaram para Brasília, onde manterão contato com o Ministério do Planejamento visando resolver os últimos detalhes quanto à aplicação da lei.

É preciso definir, por exemplo, se os requerimentos indeferidos de servidores beneficiados pela nova lei passarão por nova análise ou se é preciso a apresentação de novo requerimento, e também sobre a abertura de prazo para manifestação daqueles que não apresentaram requerimento, mas que têm direito à transposição.

O secretário de Aposentados e Assuntos Previdenciários do Sintero, Nereu Klosinski, disse que embora não seja perfeita, a lei sancionada representa uma vitória importante pois acaba com o sofrimento e as dúvidas dos aposentados. “Agora esperamos que o Ministério do Planejamento cumpra a lei o mais rápido possível”, disse.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, disse que valeu a pena todo o esforço para mudar o texto da Medida Provisória 817 visando atender aos anseios dos trabalhadores em educação. “As duas emendas propostas pelo Sintero foram acatadas e isso mostra que estamos no caminho certo na defesa dos direitos dos trabalhadores em educação”, disse.

Lionilda Simão reiterou o compromisso e a disposição do Sintero de continuar lutando pela transposição dos servidores contratados até 31/12/1991. Para esses, já tramitam ações na Justiça Federal, inclusive requerendo o retroativo desde a data da Emenda Constitucional 60, sem a necessidade de contratar novos advogados e entrar com novas ações.

Além das ações na Justiça, o Sintero continua lutando na esfera administrativa, com a possibilidade da aprovação de uma nova Emenda Constitucional beneficiando esses servidores.

Fonte: Sintero - (Rondôniaovivo.com.br).

Servidor esperando a Transposição!




PENSAMENTO DA SEMANA

Fale de mim, mas pague minhas contas.

Ditus, o Filósofo


PORTO VELHO - A capital com pior índice de saneamento

Porto Velho está muito distante de sair de uma situação incômoda que a coloca em condição de abandono em termos de saneamento básico em nível nacional. Levantamentos feitos em todas as capitais com foco no saneamento básico sempre apontam a capital rondoniense como a pior no item em questão. Para reverter o quadro atual é necessário um volume muito alto de recursos financeiros, primordialmente vindos da União para investimentos nessa área.

Cabe salientar que a União já repassou recursos financeiros suficientes para que toda a cidade fosse atendida com redes coletoras de esgotos e distribuição de água. O governo Ivo Cassol praticamente tomou da prefeitura o montante que deveria ter sido investido na área, mas não fez absolutamente nada. A alegação feita por Cassol era de que as obras seriam administradas pela Caerd.

Sobre esses recursos financeiros, o acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) demonstra que R$ 120 milhões seriam garfados através de sobrepreço no governo Cassol e que por isso foram suspensas as obras de água e esgoto em Porto Velho. Essa quantia representa mais de 20% do montante do valor contratual, que era de R$ 613.281.961,24. Com a paralisação dos serviços, cerca de R$ 180 milhões que já haviam sido pagos simplesmente escorreram pelo ralo, e a população da capital ficou sem esgotamento sanitário, sem atendimento de 100% de água tratada e com a Caerd praticamente falida. A maior parte do dinheiro para o projeto básico e para as obras veio do Governo Federal: R$407.287.509,19 milhões, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

De acordo com o Tribunal de Contas da União, o relatório do TCU especifica que as deficiências apontadas no projeto deveriam ter sido utilizadas para anular o processo liciatório, e não para pedir mais dinheiro para a execução da obra. O ranking divulgado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) volta a destacar as deficiências existentes em Porto Velho, resultado da fraude praticada na gestão dos recursos financeiros que haviam sido repassados pela União para obras de saneamento básico. Assim, a população da capital arca as consequências de gestão incompetente do dinheiro público.

Fonte: EDITORIAL - Jornal Diário da Amazônia.


Feliz Aniversário - MIMO

Pronto, aí está um sujeito que amo muito. Ele é o MIMO, um gatinho amoroso, porém sapeca. Hoje está fazendo 3 anos de vida. Muito bem tratado, muito querido. O Yuri, meu filho amado é o responsável pelas suas mordomias e cuidados. O MIMO é um sujeito simplesmente sensacional. Feliz Aniversário meu amiguinho. Abraço carinhoso, pois os animais são a verdadeira expressão da Natureza criada por Deus.




terça-feira, 19 de junho de 2018

BMW Motorrad Connectivity no Brasil

Um sistema multimídia completo, com todas as informações sobre a motocicleta e o trânsito em tempo real, mostradas de forma clara e intuitiva no novo painel digital TFT de 6,5 polegadas em alta definição. Esse é o BMW Motorrad Connectivity, que acaba de chegar aos modelos BMW 1200 GS e BMW R 1200 GS Adventure, ambos produzidos em Manaus.

Projetado pelos engenheiros da marca na Alemanha, o sistema pode ser acessado de diversas maneiras: por meio de um aplicativo no smartphone, através de conexão Bluetooth entre o painel de motocicleta e o celular, ou pelo multi-controlador situado na manopla esquerda da motocicleta, de modo a assegurar que as mãos do piloto permaneçam no guidão da motocicleta e não haja distrações.




Por meio do aplicativo BMW Motorrad Connected, que pode ser instalado no smartphone pelas lojas de aplicativos da Apple e Google, o motorista dispõe de uma série de funcionalidades. Uma delas é o sistema de navegação por setas, que conduz o piloto de forma rápida e intuitiva ao seu destino final e é destinado para trechos urbanos. O trajeto pode ser gravado e compartilhado, podendo inclusive adicionar fotografias do caminho. O motorista pode realizar o download dos mapas em casa, usando a rede sem fio, tornando-o independente do uso de dados móveis ao longo do trajeto. A fonte dupla de alimentação para cabos USB, por sua vez, garante a recarga do smartphone. Além disso, há funções como localização da motocicleta, autonomia, postos de combustíveis nas proximidades e carga da bateria, entre outros.
Em passeios mais extensos, há ainda a opção do conhecido BMW Motorrad Navigator, compatível com o monitor TFT. Além disso, é possível usar o sistema de telefonia durante a viagem, visualizando no display a lista de contatos do smartphone, as chamadas recebidas, e aceitando ou rejeitando ligações pelo multi-controlador. Por fim, todas as informações relacionadas à viagem, como velocidade e posição da marcha, estão visíveis a todo momento ao piloto.
“O novo BMW Motorrad Connectivity estabelece um novo padrão de interatividade e conectividade em motocicletas. Com inúmeras configurações e opções de personalização, o sistema é um verdadeiro assistente pessoal do motociclista”, afirma Matteo Villano, gerente sênior de vendas da BMW Motorrad no Brasil.
Fonte: Moto Esporte

Para refletir um pouco...


PARABÉNS SENEGALESES!
Torcedores do SENEGAL, após o final do jogo em MOSCOU, ficaram no estádio catando o lixo espalhado. O Senegal venceu a Polônia por 2 X 1. EXEMPLO para EVANGÉLICOS, GAYS e CARNAVALESCOS de Porto Velho/RO. Exemplo para o MUNDO!


Fonte: Professor Nazareno / Porto Velho-RO.








COMENTÁRIO DO BLOG: Pois é, quando é que no Brasil os torcedores vão agir assim dentro dos Estádios. O que acontece é uma selvageria dentro dos Estádios e fora dos Estádios. Brigas, mortes, sujeira, enfim...! Como seria bom se o brasileiro copia-se este exemplo acima em todos os sentidos. 



ATENÇÃO MOTOCICLISTAS QUE ESTÃO VIAJANDO AO PERU - Informes climáticos


Aviso de 20 a 24 de junho, a temperatura descerá na serra norte, centro e sul. Em áreas acima dos 4000 msnm os valores chegariam até os-15°C, principalmente na serra de arequipa, Lisboa, tacna e puno. Mais informações https://goo.gl/CLU3Ru #Elperúprimero

Fonte: Senamhi / Peru.
Postagem sugerida pelo colaborador do Blog, Motociclista Juan Manuel Gaete - Cusco/Peru

RESENHA POLÍTICA - ROBSON OLIVEIRA

SUPERDIMENSIONADO – O jornalista Alan Alex, editor do Painel Político, revelou em primeira mão que as finanças estaduais não estão tão bem robustas como propala o ex-governador Confúcio Moura. A coluna foi a campo para verificar a informação e constatou que a revelação feita por Alan é a mais absoluta verdade. Uma fonte deste cabeça chata que analisa as contas públicas confirmou que dados estaduais foram superdimensionados pelo governo passado o que obrigou o atual governador Daniel Pereira a cortar gastos em oitenta milhões. É possível que novos cortes sejam feitos para evitar atrasos nas despesas com pessoal.

EMENDAS – Embora os municípios estejam tomados com outdoor anunciando a destinação de emendas parlamentares para investimentos feitos pelos deputados estaduais, nem todas as emendas serão liberadas como anunciadas. Uma vez que estamos em período pré-eleitoral, os deputados, candidatos à reeleição, querem mostra serviço visando renovar o mandato. O problema é que tais serviços não estão claros à vista do eleitor. A emenda anunciada é pior que o soneto, ou seja, pode virar mico.

PREDADOR – O avanço político do deputado estadual Léo Moraes (PPS) na capital, especialmente após o resultado das urnas nas eleições municipais passadas, sobre os redutos dos deputados federais Mariana Carvalho (PSDB) e Lindomar Garçon (PRB), pode provocar mudanças na composição da bancada da Câmara Federal. Léo conseguiu amadurecer com a derrota de prefeito e caminha para canibalizar votos dos dois deputados federais.

MONITORAMENTO – Todos os partidos de Rondônia com representação no Congresso Nacional estão monitorando o eleitor para evitar sobressaltos. Não há um monitoramento interno honestamente tabulado que deixe de capturar a insatisfação do eleitor com a política e os políticos. A revolta é tão grande que os percentuais de rejeição começam a preocupar os eventuais candidatos. Na hipótese da indignação atual ser confirmada nas urnas em outubro, em votos nulos e brancos, as mudanças almejadas serão pequenas, visto que a lei eleitoral que encurtou a campanha favorece as velhas raposas mais do que os noviços que vão às urnas pela primeira vez.

FÔLEGO - O ex-secretário estadual de Saúde Williams Pimentel, provável candidato a deputado estadual pelo MDB, está conseguindo sobressair nas mídias sociais muito mais do que seus correligionários experimentados em eleições. É cedo para assegurar que Pimentel manterá o mesmo fôlego até outubro quando o eleitor decidirá o voto, mas a leveza com que mantém a pré-campanha pode ser preponderante na hora que o jogo começar para valer.

BRUTO – Quem pensou que a candidatura a senador de Confúcio Moura (MDB) fosse um passeio em decorrência da aparente aprovação do seu governo começa a perceber que vai ser uma disputa de gigantes. Além dele, Raupp (MDB) é um especialista em eleição e o surgimento do nome de Marcos Rogério (DEM) começam a mudar a configuração da disputa. Fátima Cleide (PT), Pastor Aluísio (REDE) e o jovem advogado Fabrício Jurado (NOVO), todos oriundos da capital, pulverizam os votos e tendem a levar a disputa para um acirramento ainda maior. Isto sem somar a este rol nomes que podem ser obrigados a entrar na mesma disputa com Jesualdo Pires (PSB) e Expedito Junior (PSDB), dependendo do quadro.  Vai ser jogo bruto.

ESPECULAÇÃO – Com a especulação da candidatura de Marcos Rogério (DEM) ao Senado, os partidários de Jesualdo Pires (PSB) passaram também a especular seu nome para governador, visto que ambos são de Ji-Paraná, mesmo colégio eleitoral.  A diferença entre os dois é que o deputado federal não necessita pedir autorização a ninguém para decidir o cargo a disputar já que preside o DEM. O ex-prefeito, filiado ao PSB, dependerá dos interesses de Mauro Nazif para saber o cargo que sobrará para disputar.

INGÊNUO – Em política não tem ingênuo nem bobo, esta é uma máxima dita para quem é profissional na área e sabe fazer de um limão uma limonada. Foi o que Confúcio Moura fez na visita aparentemente amistosa ao pré-candidato ao Senado Pastor Aluísio Vidal.  A verdade é que Moura aproveitou a ingenuidade do pré-candidato da REDE, nome bem avaliado na capital, para faturar politicamente. Um dia após a visita, o ex-governador foi às mídias sociais para registrar o encontro e tecer loas ao adversário com o claro objetivo de acenar ao rebanho eleitoral do pastor. O que parecia uma visita entre amigos virou um ato político. Coisa de profissional.

PROFISSIONALISMO – Nesta quarta-feira (20), em Porto Velho, o escritório de advocacia ROCHA FILHO E VASCONCELOS realiza um seminário sobre financiamento e propaganda destinado aos profissionais de campanha eleitoral. É uma oportunidade para quem quer evitar cometer erros numa campanha que tende a ser a mais fiscalizada dos últimos anos. É um evento com a expertise de uma das maiores bancas especialistas na área, com profissionais multidisciplinares em campanha eleitoral.

Fonte: Jornalista Robson Oliveira - Porto Velho/RO.